terça-feira, 28 de outubro de 2008

TRÊS DIAS A FALAR DE ARISTIDES DE SOUSA MENDES




Esta é uma primeira iniciativa, de várias, que vou dedicar a Aristides de Sousa Mendes até ao fim de 2009. Chamo-me José Carlos Abrantes (www.josecarlos.abrantes.net/) e sou natural de Cabanas de Viriato, onde conheci Aristides de Sousa Mendes já no período de declínio. A Casa do Passal deixou-me uma impressão indelével no momento em que lá entrei. Foi também o primeiro palácio que conheci. Hoje é uma ruína.

Só quero ajudar a dar dignidade a um local rico de memória. Procurarei articular com a Fundação Aristides Sousa Mendes, a Junta de Freguesia de Cabanas de Viriato e a Câmara Municipal de Carregal do Sal, bem como com outras pessoas e instituições. O objectivo que me move é o de dignificar a memória de Aristides de Sousa Mendes, elevar o bom nome de Portugal e dar a conhecer o significado mundial do seu gesto, ao salvar milhares de judeus por um puro acto de altruísmo, reconhecido internacionalmente.
É preciso reconstruir a Casa do Passal e dar-lhe uma função digna que perpetue o gesto de Aristides de Sousa Mendes em prol da humanidade.

Email: josecarlos.abrantes@gmail.com
Contacto telefónico: 21 757 46 29 ou 91 244 33 93

Ver, em especial, os blogues
Amigos e de Angelina de Sousa Mendes
http://amigosdesousamendes.blogspot.com/

Aristides de Sousa Mendes
http://aristidesousamendes.blogspot.com/


Três Dias a Falar de Aristides de Sousa Mendes

Dia 31 de Outubro de 2008, 6a feira
Local: Sala da Sociedade Filarmónica de Cabanas de Viriato
Organização: José Carlos Abrantes com apoio de amigos, da Junta de Freguesia de Cabanas de Viriato, da Câmara Municipal de Carregal do Sal e de outras entidades.

Nota em 3 de Outubro de 2008
A Câmara Municipal de Carregal do Sal não veio a concretizar o apoio a esta iniciativa o que me foi comunicado sobre o acontecimento.
Pelo contrário, o Centro de Investigação Media e Jornalismo (CIMJ) apoiou esta iniciativa



Entradas pagas: 5 euros.
Um só bilhete será válido para todas as sessões.
Receita para recuperação da Casa do Passal.

Nota em 3 de Outubro de 2008
A entrada foi livre.


21h Sessão de abertura com convidados oficiais
José Carlos Abrantes, organizador *
entidades convidadas
e intervenção de Luís Pais Borges,
Juiz Conselheiro do Supremo Tribunal Administrativo *



Dia 1 de Novembro de 2008

Percurso pedestre do Cimalhinhas
8h 1a partida sem guia
9h 2a partida com guia

12h Romagem ao cemitério e deposição de coroa de flores.

Nota em 3 de Outubro de 2008
Na versão impressa e distribuída em 31 de Outubro foram retiradas as referências aos oradores. Apenas Luís Pais Borges,
Juiz Conselheiro do Supremo Tribunal Administrativo veio a dizer breves palavras nesta cerimónia *


15h 30m "Se não me falha a memória"...
Depoimentos de pessoas que conheceram Aristides de Sousa Mendes e que farão relatos de acontecimentos que com ele "viveram" ou de que tiveram conhecimento directo ou por relato directo.

Álvaro de Sousa Mendes, Fundação Aristides Sousa Mendes
Nota em 3 de Outubro de 2008
Foi-me comunicado, no início desta semana, que a Fundação não iria apoiar esta iniciativa. Espero que a situação mude nas próximas iniciativas.

Elisa Coelho Pessoa Campos, comerciante aposentada *
Maria Helena Teles de Aguiar, professora aposentada *
Olímpio Dias Tavares, comerciante aposentado com um livro em preparação *

Depoimentos em vídeo.
Nota em 3 de Outubro de 2008
Os depoimentos, embora recolhidos, não vieram a ser mostrados


Comentários de Lina Madeira, investigadora do Ceis20.


19h 21h jantar


21h Documentário de Inês de Medeiros,
Cartas a uma ditadura.



Dia 2 de Novembro de 2008
10h Aristides de Sousa Mendes visto por...

Depoimentos de pessoas que não conheceram ASM

Eduardo Mamede, jornalista

Nota em 3 de Novembro de 2008
Esteve acordada presença de Eduardo Mamede, que não veio a comparecer.

Gracinda Aguiar, professora aposentada *
José Manuel Figueiredo, professor na EBI Aristides de Sousa Mendes
Ricardo Campos, presidente da Junta de Freguesia de Cabanas de Viriato*
Silvério Sousa Mendes, neto de Aristides Sousa Mendes

Comentários de Lina Madeira, investigadora do Ceis20 e de Isabel Vargues, directora do Teatro Gil Vicente
Nota em 3 de Novembro de 2008
Deveria ter sido indicado que a presença teria de ser confirmada, o que não veio a acontecer.


14 h30 horas Mesa Redonda sobre o papel do cônsul de Bordéus e o holocausto bem como sobre o recolha de fundos para requalificar a casa do Passal e para o projecto a instalar.

Luís Fidalgo, advogado, Fundação Aristides Sousa Mendes
Nota em 3 de Novembro de 2008 *
Foi acordado com o Dr Luís Fidalgo que, caso a Dra Maria Barroso não estivesse na cerimónia de abertura, seria este o representante da Fundação.


Luísa Marques, Museu Virtual da Fundação Aristides Sousa Mendes
Nota em 3 de Novembro de 2008
Deveria ter sido indicado que a presença teria de ser confirmada, o que não veio a acontecer.

Mariana Abrantes, Presidente do Clube Sorotpimist International - Estoril
Nuno Violas, empresário *
Nota em 3 de Novembro de 2008
Deveria ter sido indicado que a presença teria de ser confirmada, o que não veio a acontecer.


18 horas Encerramento

Ricardo Campos,
Presidente da Junta de Freguesia de Cabanas de Viriato
e um representante da Fundação Aristides de Sousa Mendes



Recolha de fundos

Esta recolha de fundos durará um ano.
Todas as participações nas actividades previstas serão gratuitas. Os fundos recolhidos serão aplicados na reconstrução da Casa do Passal e seus terrenos e na concretização de um projecto que dignifique a memória de Aristides Sousa Mendes, projectada no presente e no futuro.
Os fundos recolhidos serão depositados (ou por depósito directo) numa conta a abrir num banco de Cabanas de Viriato (Caixa de Crédito Agrícola) e outras a abrir nos bancos de Carregal do Sal (Millenium BCP, Caixa Geral de Depósitos, ..).
Serão feitos pedidos concretos a certas instituições ou pessoas que poderão "doar" algum património à causa (quadros, parte de direitos de autor, dinheiro em cheque ou transferido,.etc). Um leilão de obras de arte está a ser já organizado, havendo algumas ofertas de artistas, neste momento.
Será constituída uma comissão de "homens" bons (esta linguagem!) que vigiará a entrada e aplicação dos dinheiros recolhidos (curadores).

Propõe-se os seguintes nomes para esta comissão
Luís Pais Borges, Juiz Conselheiro do Supremo Tribunal Administrativo (aceitou)
Francisco Campos, actual presidente da Sociedade Filarmónica de Cabanas de Viriato *
Ester Mucznic, vice-presidente da comunidade judiaNota em 3 de Novembro de 2008
Deveria ter sido indicado que a adesão teria de ser confirmada, o que não veio a acontecer.

Carlos Abreu, contabilista * (aceitou)
José Miguel Júdice, advogado (aceitou)

"Dr José Carlos Abrantes,

Acabo de ver o meu nome numa eventual comissão de "homens bons" destinada a fiscalizar a aplicação de fundos recolhidos com o fim de restaurar a casa de Aristides de Sousa Mendes.
Estranho não ter sido sequer consultada para o efeito e declaro desde já que não aceito fazer parte dessa comissão nem de outra qualquer com o fim de angariar ou fiscalizar qualquer tipo de dinheiros com esse ou outro fim.
Considero abusiva a utilização do meu nome sem prévio conhecimento meu e solicito a retirada imediata do mesmo, assim com a divulgação no seu blogue desta minha posição.

Esther Mucznik
Responder


José Carlos Abrantes
para Esther

mostrar detalhes 31 out (3 dias atrás)

Responder

Vou fazer isso. Mas gostaria de lhe explicar o que s passou. De qq modo as minhas desculpas. Pode dar-me um contacto telefónico?

Cumprimentos
JCA"

Programa a curto prazo
Realizar-se-ão, pelo menos 30 iniciativas culturais até fim de 2009, em Cabanas de Viriato, noutros pontos do país e, eventualmente, noutros pontos significativos do mundo (Antuérpia, Salamanca, Bordéus, etc).

No fim do mês de Novembro, haverá uma terceira iniciativa. Esta iniciará um subtema de conversas a realizar em Cabanas de Viriato e Cabanas de Tavira, parcialmente juntas pelo nome: O mundo visto de uma(s) cabana(s) : A Medicina: Viver à Grande e à Francesa (título deliberadamente provocatório).

Estão em preparação outras iniciativas, uma com João Paulo Martins, uma prova e curso sobre vinhos, uma intervenção de Irene Pimentel, Prémio Pessoa 2008, outra de Fernando Rosas, historiador, bem como um ciclo sobre Famílias, outro subtema. O primeiro será com Lauro António e Federico Corado, pai e filho. O primeiro é cineasta e do segundo pode dizer-se que "filho de peixe sabe nadar". Outros se seguirão com diferentes graus de parentesco (marido/mulher, mãe/filhos, pai/filha, etc).

Brevemente serão dados mais detalhes sobre estas e outras iniciativas.


*Natural de Cabanas de Viriato

3 comentários:

Maria disse...

teste

Fundação Aristides de Sousa Mendes disse...

FUNDAÇÃO ARISTIDES DE SOUSA MENDES

COMUNICADO

Tendo a FASM tido conhecimento, através de um blogue, de uma iniciativa do Senhor Dr. José Carlos Abrantes com o objectivo de homenagear Aristides de Sousa Mendes e de angariar fundos para a recuperação da Casa do Passal e tendo em conta que a mesma se realiza unilateralmente, sem o apoio e fora do âmbito da Fundação e do contexto familiar, esclarece-se o público em geral, do seguinte:

1- Toda e qualquer iniciativa desta natureza deverá ter sempre o enquadramento e o apoio da Fundação.

2- A angariação de fundos para a recuperação da Casa do Passal deverá ser sempre realizada em consonância com a FASM e nesse sentido qualquer quantia a depositar deverá sê-lo numa das contas da Fundação, que se encontra abrangida pela Lei do Mecenato Cultural e é uma instituição oficialmente reconhecida.

3- Nestes termos, a Fundação Aristides de Sousa Mendes informa que se demarca deste tipo de eventos reiterando a sua vontade de não participar nem apoiar situações análogas, lamentando desde já a existência deste tipo de iniciativas que colidem e prejudicam o trabalho da própria Fundação.

4- A Fundação e a Família são sensíveis e estão gratos a todas as pessoas e entidades que genuína e construtivamente deram ou dão o seu contributo através de ideias ou da promoção de acções com o objectivo de fazer justiça ao gesto humanitário de Aristides de Sousa Mendes.

5- Assim e para evitar situações como a acima descrita, no futuro assim como sempre aconteceu no passado, as iniciativas que não forem realizadas pela própria Fundação deverão ser-lhe comunicadas previamente, de forma a poderem contar com o seu apoio e eventual participação.


Lisboa, 31 de Outubro de 2008


A Fundação ASM

Cristina Anahory Garin disse...

Na sequência do comunicado da Fundação Aristides de Sousa Mendes e estando eu a colaborar com esta Fundação, transcrevo de seguida o comentário que a Dr. Esther Mucznik enviou ao Senhor Dr. José Carlos Abrantes, com cópia para mim, com o pedido de divulgação:

"Dr José Carlos Abrantes,

Acabo de ver o meu nome numa eventual comissão de "homens bons" destinada a fiscalizar a aplicação de fundos recolhidos com o fim de restaurar a casa de Aristides de Sousa Mendes.
Estranho não ter sido sequer consultada para o efeito e declaro desde já que não aceito fazer parte dessa comissão nem de outra qualquer com o fim de angariar ou fiscalizar qualquer tipo de dinheiros com esse ou outro fim.
Considero abusiva a utilização do meu nome sem prévio conhecimento meu e solicito a retirada imediata do mesmo, assim com a divulgação no seu blogue desta minha posição.

Esther Mucznik"

Cristina Anahory Garin